Segunda-feira
06 de Fevereiro de 2023 - 
Você tem garantias e direitos, portanto, conte com o seu Advogado de confiança para defendê-lo (a)

Acompanhamento Processual

Acesso ao controle de processos

Notícias

INSTITUCIONAL: Cipe aponta execução de 73% da estratégia até outubro/22 e CRGRiscos aprova mudanças em resolução de gestão de riscos no TRF1

Para monitorar e avaliar a execução da estratégia 2021-2026, o Comitê Institucional de Planejamento Estratégico do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (Cipe) se reuniu nessa terça-feira, 22 de novembro. A diretora da Divisão de Planejamento e Monitoramento da Estratégia do TRF1 (Diple), Maria Carolina de Souza Ribeiro, apresentou o painel com o percentual de cumprimento das metas até o dia 31 de outubro de 2022 e avaliou a situação como boa. “Temos poucas seccionais que possuem o cumprimento de metas abaixo dos 70% e temos melhorado a cada ano”, afirmou Maria Carolina. De acordo com os dados apresentados pela diretora da Diple, das 31 iniciativas estratégicas previstas na Carteira 2021-2026 da JF1, 12 já foram concluídas, 17 estão em andamento e duas estão suspensas. Com isso, o TRF1 alcançou, até outubro de 2022, 73% de execução da estratégia, superando a expectativa, que era de 31%. Encerramento de projeto – Os membros do Comitê decidiram, na ocasião, pelo encerramento do projeto estratégico “Sistema Permanente de Auxílio às Varas JEFs e TRs”, justificado pela implementação de Núcleos de Justiça 4.0 na Justiça Federal da 1ª Região. O gerente da iniciativa, Alex Souza, explicou que, embora os Núcleos de Justiça 4.0 tenham estrutura diferente da idealizada no Sistema Permanente, o objetivo é o mesmo: equalizar as forças de trabalho, o que acaba tornando as duas iniciativas concorrentes. Com isso, a Carteira de Iniciativas Estratégicas 2021-2026 passa a contar com 30 projetos. CRGRiscos – Após o encontro do Cipe, os participantes iniciaram a reunião do Comitê Regional Gestor de Riscos (CRGRiscos). Maria Carolina apontou que, dos 33 processos críticos no TRF1, existem 15 com riscos gerenciados e 10 processos com as etapas de registro do conhecimento, análise e gerenciamento de riscos e aprimoramento processual finalizadas. Os 17 restantes estão pendentes de preenchimento da Ficha de Mapeamento de Processo Crítico. O grupo decidiu realizar, no próximo ano, a 5ª rodada de gerenciamento de riscos, priorizando processos críticos de trabalho que não iniciaram a metodologia Aprimora-PRO ou que a interromperam em alguma etapa. Também foi aprovada proposta de adequação da Resolução 34/2017 em relação à Resolução CJF 798/2022 com mudanças na estrutura da Gestão de Riscos, detalhamento da metodologia Aprimora-PRO, validação de formulários e previsão de utilização do Sistema de Gestão Estratégica. “A intenção é alterar o mínimo possível da resolução, afinal, já temos a Política e o Guia CJF com a metodologia completa. A ideia é trazer resolução que explique que adotamos o Aprimora-PRO e cada uma de suas etapas, institua os formulários e já preveja a utilização do Sistema de Gestão Estratégica”, explicou Maria Carolina. A proposta de resolução agora será encaminhada para análise da Secretaria de Auditoria Interna (Secau). LS Assessoria de Comunicação Social Tribunal Regional Federal da 1ª Região 
24/11/2022 (00:00)

Contate-nos

Sede do escritório

Rodovia Transamazônica  20
-  Novo Horizonte
 -  Pacajá / PA
-  CEP: 68485-000
+55 (91) 991040449+55 (91) 37981042
© 2023 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.